Feriado Prolongado
01/09/2017 - 14h46 em Documentários

Feriado prolongado sem dívidas – veja 6 orientações

Neste 7 de setembro, feriado prolongado, é preciso organizar passeios e viagens que caibam no orçamento financeiro. Até porque virão outros, 12 de outubro e 2 de novembro.

“Quem não planejou e tampouco poupou dinheiro com antecedência precisa ter cautela. Em passeios na própria cidade ou em viagens curtas, é importante se atentar aos gastos extras”, orienta Reinaldo Domingos, presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros).

Confira 6 orientações para aproveitar os feriados prolongados sem se endividar:

1- Pense antes de agir

Liste os locais que pretende visitar e os passeios a fazer e pesquise os melhores preços, pacotes e condições de pagamento. Antes de tomar qualquer decisão, ajuste conforme suas finanças permitem no momento;

2- Faça as contas

Faça um diagnóstico de suas finanças e ponha no papel quais gastos pode ter antes, durante e depois da viagem. Isso ajuda a não ser pego de surpresa, comprometendo o orçamento dos meses seguintes;

3- Fuja do endividamento

Procure sempre negociar e pagar os valores à vista, para que a volta da viagem seja repleta de boas lembranças e não de contas para pagar. Se for preciso parcelar, opte pelo mínimo de parcelas, possível desde que a quantia caiba no orçamento dos próximos meses.

4- Economize

Se perceber que a condição não está favorável, não dê o passo maior do que a perna. Avalie bem e veja de fazer algo mais em conta, não gastando tanto com combustível, passagem, hospedagem, alimentação etc.;

5- Aproveite a sua cidade

Conheça as possibilidades de diversão em sua cidade que sejam baratas ou até mesmo gratuitas. Visitar pontos turísticos, parques e museus, além de descansar em casa, ouvindo música, assistindo filmes e brincando com as crianças,  são excelentes alternativas para aproveitar o feriado prolongado sem comprometer as finanças;

6- Planeje os próximos feriados

Já planeje o próximo feriado com antecedência, para que não tenha que deixar de lado mais uma vez.

Fonte: DSOP Educação Financeira

COMENTÁRIOS